Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Badameco

As anotações de Júlio Marques.

Badameco

As anotações de Júlio Marques.

Leitura obrigatória

julmar, 14.02.17

 

Resultado da imagem para Quem governa o mundo?

Nos anos setenta tomei contato com a teoria linguístiva de Noam Chomsky e com a sua crítica à psicolgia beaviorista. De alguns anos a esta parte, interessei-me pelo Chomsky ativista político e pelos seus escritos em que nos alerta para os problemas fundamentais com que a humanidade se defronta e que na presente obra nos apresenta:As alterações climáticas e as armas nucleares. A sua tese principal é a de que os Estados Unidos, como primeira potência mundial a seguir à 2ª Grande Guerra, se  constituíram como a maior ameaça à paz e à sobrevivência da humanidade. Proclamando-se defensores da democracia, através de uma intensa e continuada propaganda, instauraram sempre que foi do seu interesse, ditaduras um pouco por todos os continentes, com especial zelo na América do Sul, onde só Cuba resistiu, resiste. Obrigando os outros ao cumprimento dos compromissos e acordos internacionais, colocam-se de fora da lei internacional; assumindo-se como os principais inimigos do terrorismo, praticaram o mais selvático terrorismo e tornaram-se numa fábrica de terroristas; abriram uma guerra contra o Iraque com o falso pretexto da existência de uma arsenal de armas químicas eles que varrearam, entre outros, o Laos e o Vietname com napalm; eles são os únicos que utilizaram a bomba atómica e que depois disso mais vezes provocaram outras potências a usá-las ou eles estiveram na eminência de as usar. Tudo em nome da paz, do progresso, da liberdade e da democracia. Quem nos defende destes nossos protetores?

Ler Noam Chomsky não é ler um autor qualquer. As suas ideias não são propaganda. Assentam na descrição de fatos. Por isso, encontra uma grande quantidade de páginas no final do livro onde se referenciam as fontes que sustentam as suas ideias. Incomodado com a verdade, o presidente Nixon colcou-o na lista dos inimigos da América.