Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Badameco

As anotações de Júlio Marques.

Badameco

As anotações de Júlio Marques.

Difícil é Educá-los

julmar, 01.11.10

Precisamos cada vez mais quem de forma desapaixonada nos faça a representação do estado da educação, quem, de forma objectiva, nos compare com os demais países porque a qualidade de vida dos povos está, e cada vez mais, ligada à qualidade da educação. David Justino tira-nos o retrato e não ficamos nada bem. Em resumo, somos pouco e mal educados.

O autor, que já foi ministro da educação, coloca o dedo nas feridas da nossa educação. Por serem tantas e tão profundas receia-se que não haja cura. É essa a conclusão, em português suave, que o autor retira:

«Neste contexto, teremos de reconhecer que a educação se tornou quase irreformável. Admito que seja regenerável, mas, neste caso, a quem queira tomar em mãos esse processo aconselho a não falar de reformas, lançando-as sem lhe dar esse estatuto simbólico».

Dificilmente, em tão poucas páginas se encontrará uma análise tão objectiva da educação em Portugal. Mas passará despercebida à maior parte dos actores do teatro educativo. É que um dos sintomas da nossa (des)educação é a falta  de leitura.

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.