Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Badameco

As anotações de Júlio Marques.

Badameco

As anotações de Júlio Marques.

Leituras de menino - O lavrador da arada

julmar, 08.11.17

Ao pegar num dos meus livros da Primária e ao abri-lo ao calhas, apareceu assim este texto que faz parte do folclore tradicional da Beira Alta. 

alt

Vindo um lavrador da arada,                    Lá pela noite adiante

Encontrou um  pobrezinho;                      O pobrezinho gemia;          

E o pobrezinho lhe disse:                         Levantou-se o lavrador

- Tenho fome e tenho frio,                       A ver o que o pobre tinha.

Leva-me no teu carrinho.   

                     

Deu-lhe a mão o lavrador,                      Deu-lhe o coração um baque,

E no seu carro o metia;                          Como ele não ficaria!

Levou-o para sua casa                           Achou-o crucificado

Prà melhor sala que tinha.                      Numa cruz de prata fina.

 

Mandou-lhe fazer a ceia                         - Meu Senhor, se eu tal soubera,

Do melhor manjar que havia;                 Que em minha casa Vos tinha,

Sentou-o à sua mesa,                            Mandara fazer preparos

Com  sua mão o servia                          Do melhor que encontraria.

Mas o pobre não comia.

 

Mandou-lhe fazer a cama                        - Cala, cala ó lavrador,

Da melhor roupa que tinha:                    Não fales com fantasia,

Por baixo damasco roxo,                        No Céu te tenho guardadas

Por cima cambraia fina.                          Cadeira de prata fina,

                                                                Tua mulher a teu lado,

                                                                Que também o merecia.