Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2013

O Relvas é um Génio - Afonso Leonardo

O CAGÓMETRO
«Brevemente será obrigatório em casa de todos os portugueses, para que o Ministério das Finanças possa calcular o novo imposto, conforme o número de utlizações», In Facebook (o meio preferido de relacionamento do Sr Presidente da República com os Portugueses)

Efetivamente o aparelho esteve agendado para a reunião do Conselho de Ministros da passada quinta feira. No entanto, não chegou a ser discutido porque alguém levantou o problema de inconstitucionalidade por dupla tributação visto que os portugueses na fatura da água já pagam uma taxa de resíduos sólidos, forma eufemística de chamar à merda, merda. Porém, segundo fontes seguras, a razão principal terá sido outra. Dado que a única forma eficiente de a todos taxar seria todas as sanitas à venda terem incorporado o cagómetro não haveria forma de os ministros se isentarem do imposto. Ora, tendo consciência o conselho de ministros consciência da quantidade de merda que o governo produz, terá decido contratar uma consultora que cientificamente conceba uma estratégia (que poderá ser um estratagema no caso de aquela se revelar impossível) que permita contornar o problema, isto é, isentar o governo da taxa de merda. Quis o conselho de ministros que deste assunto nada transpirasse para fora mas dada a natureza da coisa, ainda que as portas estivessem fachadas e as janelas calafetadas foi impossível que os jornalistas, sobretudo os mais especializados na matéria, não sentissem o forte odor, tendo-se ouvido o comentário de uma jornalista veterana para o jornalista estagiário que a acompanhava: - Vamos ter merda! Ao que consta a ideia terá germinado na cabeça do Dr Relvas após o malogro da privatização da RTP, na altura em que, na solidão da retrete se sentira tão aliviado de se desfazer da merda que tinha, que ficou logo com vontade de fazer mais merda para a seguir dela se desfazer. E entrando numa mistura de especulação metafísica sobre a natureza humana e as contas do Estado teve um insight e gritou qual Arquimedes da merda: Eureka, é o cagómetro! Era tarde para ir ao ministério, era tarde para telefonar a quem quer que fosse. Deitou-se e embalou-se na imaginação das consequências do seu invento. Veio o sono e num sonho cheio de mornas e policromáticas imagens de merda, viu-se no parlamento a discursar sobre a sua ingénita descoberta, surpreso por todas as bancadas o aplaudirem de pé. No dia seguinte, bem cedo, chegou ao palácio de S. Bento. (para continuar)

publicado por julmar às 17:57
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Ler os melhores

. Passo a passo até Lahore

. Luz e sombra

. Mãe

. Treinar e aprender

. Dia mundial do livro

. Aprendendo inglês, livro ...

. Andar, passo a passo. A c...

. The Invention of Solitude...

. Andar, passo a passo. Sol...

.arquivos

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds