Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Badameco

As anotações de Júlio Marques.

Badameco

As anotações de Júlio Marques.

Ler e lavrar

julmar, 06.12.11

Semelho cada livro a uma veiga, a um chão, ou a uma tapada, daquelas que o meu pai com uma junta de vacas, lavrava com um arado: rego, após rego em compasso cadenciado cobrindo sementes que com o tempo certo passado haviam de dar o fruto que sustentava os corpos. A leitura é um pouco assim: Linha após linha, folha atrás de folha até ao fim procurando o fruto de onde alimento o espírito.

“Em suma, tanto naquelas leituras se enfrascou, que as noites se lhe passavam a ler desde o sol-posto até à alvorada, e os dias desde o amanhecer até fim da tarde. E assim, do pouco dormir e do muito ler se lhe secou o cérebro, de maneira que chegou a perder o juízo”

In, D. Quixote de la Mancha

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.