Sexta-feira, 26 de Maio de 2017

Os manuais escolares: Em suporte de papel ou em suporte eletrónico?

Hoje enquanto tomava o meu café, dois rapazinhos de nove anos, sentadas ao meu lado, divertiam-se cada um com o seu smartphone. Peguei conversa com eles, medindo a reação: - Pois, vocês hoje ficaram muito tristes por não terem aulas! (greve na Função Pública). Caçoaram comigo: - Sim,sim. Ficámos banhados em lágrimas!

E lá continuaram mostrando um ao outro um jogo e os níveis que já tinha atingido. Esta será uma geração que vai ter uma relação com o saber completamente diferente da dos seus professores. Pena é  que o ME,  a escola e os seus professores não favoreçam e orientem, desde já, as mudanças que são inevitáveis, que não favoreçam, obstaculizem ou se recusem a utilizar meios com uma eficiência incomparável aos suportes tradicionais. Os suportes, a forma de produção e difusão da informação (a invenção da escrita, a descoberta da imprensa de Gutemberg, a televisão) provocaram autênticas revoluções. Nenhuma delas teve um potencial tão grande como as novas tecnologias de informação e comunicação. A sala de aula continua, a maior parte das vezes, a funcionar como se nada estivesse a acontecer ou quando muito a utilizar parte das novas tecnologias apenas como substitutas das anteriores: o quadro interativo  a substituir acetatos ou projetor de slides, conservando, assim, um modelo de ensino centrado na informação que o professor escolhe e expõe a todos os alunos, mudando um bocadinho para tudo ficar na mesma. Por vezes, quando os professores ousam ir mais além e não dominam, suficientemente, as novas tecnologias fica pior a emenda do que o soneto. Cada professor faz apenas aquil que sabe e o melhor que sabe, é, quase sempre, o modelo que lhe serviu enquanto aluno. A escola na sua organização, à parte a parte administrativa, continua a ser aquilo que sempre foi. O ministério faz o que sabe fazer: remendar. As escolas reclamam autonomia mas é coisa que não estão em condições de fazer dela um exercício sério.

O ùnico projeto que houve de introdução das novas tecnologias nas escolas aconteceu no primeiro governo de Sócrates: Criação de uma infra-estrutura de redes, de computadores e instalação de Quadros Interativos nas salas de aulas e uma formação extensiva a todos os professores. No primeiro ciclo houve a distribuição de computadores aos alunos, uma medida importante que os opositores denegriram e ridicularizaram. 

Deambulei por tudo isto, quando o que me moveu a esta escrita foi uma notícia lida num diário sobre as multas que seriam aplicadas aos encarregados de educação caso os manuais a entregar no final do ano letivo não estivessem em condições. E lembrei-me do tempo em que era professor e em que também fazia a avaliação do uso que os alunos davam aos manuais. No dia do teste, era já uma rotina, os alunos colocavam o seu manual na minha secretária. Enquanto faziam o teste, um por um avaliava-os a todos: Livro que estivesse virgem tinha a pior classificação; livro que estivesse bem sublinhado, bem anotado, digamos todos os indícios de que ali se trabalhara teria uma boa classificação. Ensinar técnicas de estudos, entre as quais se contava o bom uso do manual era matéria das primeiras aulas. Se fosse hoje não me livraria de que os pais me remetessem as coimas para eu pagar. Mas, então, não é ridículo pedir a alguém que trabalha que não desgaste ou não use a ferramenta, que a poupe para quem vem a seguir?

Continuo a não perceber por que é que o suporte da informação tem de ser em papel. Sim, eu também gosto de livros de papel (tenho uns bons milhares), gosto deles como objetos físicos, gosto de os folhear, dos mais antigos  em que aprecio o cheiro caraterístico. Como gosto de objetos artesanais. Hoje também já tenho milhares de livros em suporte eletrónico (ebooks) e se preciso de uma obra de Aristóteles, de Descartes ou de Kant, da Bíblia ou do Corão já não preciso de ir à estante. Hoje já não estou com tempo nem disposição, mas um dia destes faço um quadro comparativo das vantagens e desvantantagens da utilização de um manual em suporte eletrónico e de um manual em suporte de papel. Se quiser, faça esse exercício.

 

publicado por julmar às 17:12
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. A Coruja de Minerva

. Andar - Cálculos

. A sombra do viajante

. Migalhas filosóficas

. Obrigado pelo atraso

. Leituras breves

. Poemas da minha vida

. A terra do sr Fernando

. A última pergunta - Isaa...

. A vida é um jogo

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds